FairWild

A Norma FairWild se aplica a operações de coleta de plantas silvestres que desejam demonstrar seu compromisso com princípios de coleta sustentável, responsabilidade social e comércio justo. A certificação FairWild significa que os compradores — desde comerciantes de ingredientes até consumidores — sabem que estão lidando com produtos colhidos de maneira legal e sustentável. Eles são negociados de maneira justa, o que significa que seus benefícios são percebidos por todos os envolvidos, até pelas comunidades locais que estão colhendo as plantas silvestres.

A Norma FairWild avalia a colheita e o comércio de plantas silvestres, fungos e fungos liquenizados em relação a diversos requisitos ecológicos, sociais e econômicos. O uso auxilia nos esforços para garantir que os recursos sejam gerenciados, colhidos e negociados de maneira sustentável, proporcionando benefícios a produtores rurais.

A Control Union foi credenciada pela fundação FairWild sob o escopo da Control Union Inspections Pvt Ltd, Sri Lanka no fim de 2017. Atualmente a Control Union está pronta para realizar inspeções e certificações.

No sistema FairWild, é feita uma definição de três tipos diferentes de operador (empresa). Dependendo das atividades da empresa, ela pode ser categorizada em múltiplas categorias ao mesmo tempo.

  • Operações de Coleta Certificada da FairWild: operações de coleta de plantas silvestres certificadas de acordo com a Norma FairWild.
  • Processadores e Comerciantes Registrados: atacadistas, distribuidores de ingredientes e processadores intermediários de ingredientes FairWild ou produtos semiacabados.
  • Licenciados Registrados: detentores de marcas de produtos acabados, ou seja, as empresas responsáveis pela rotulagem e pelo marketing do produto embalado final com uso da palavra ou marca de design FAIRWILD® (ou outra referência de destaque à Norma FairWild).